Como fazer textura na parede

A textura na parede tem sido muito utilizada para revitalizar e/ou nas reformas dos ambientes por ser uma forma simples e barata.

Existem vários tipos de textura como o grafiato, chapiscado e o espatulado.

Não apenas pelo efeito que a obra pode oferecer, mas a textura forma uma barreira contra a umidade na alvenaria, sendo mais eficaz que as pinturas convencionais devido à sua espessura e aderência às superfícies, retardando o aparecimento das famosas bolhas nas pinturas das paredes e as manchas escuras.

Além disso, esta técnica corrige imperfeições, trincas e fissuras de forma simples e rápida.

Neste artigo, vamos te apresentar os principais tipos de textura, como aplicá-las de forma simples e te auxiliar na revitalização de sua residência!

Quais são os tipos de textura que dá para fazer em casa?

Existem vários tipos de textura que você pode aplicar na parede inteira, parcialmente ou de forma alternada.

Mas antes de tudo, deve-se limpar bem a área de aplicação retirando as tintas lascadas, sujeiras, mofo e qualquer tipo de sinal de umidade.

Após a aplicação da textura, deve-se esperar secar antes de passar a tinta, a fim de não ter todo o trabalho de textura destruído. Confira a seguir os 6 principais tipos de texturização existentes no mercado!

Textura de parede do tipo riscado

É uma das texturas mais utilizadas e que nunca sai de moda. Nesse tipo de textura, a massa é aplicada sobre a parede e com o auxílio de uma escova ou vassoura. É feita a textura em cima da massa ainda fresca de forma lenta e com força, obtendo assim o aspecto de riscos verticais.

Textura de parede do tipo espatulado

A técnica do espatulado é realizada após a aplicação da massa, com o auxílio de uma desempenadeira de aço com abas, no qual são realizados movimentos alternados para a esquerda e para a direita de forma harmônica até obter o efeito esperado.

Textura de parede do tipo quadriculado

A textura quadriculada permite que você faça vários estilos de quadrados. Para a técnica, é necessário a utilização de massa de textura na qual você deve espalhar de forma uniforme sobre a superfície de aplicação e logo após passar a espátula formando o arranjo de quadrados que mais te agradar.

Textura de parede do tipo chapiscado

O chapiscado é uma das texturas mais simples e também comuns de serem encontradas nas residências. A técnica consiste em espalhar massa sobre a superfície da parede e logo depois com um rolo de pintura texturizado, passar sobre a massa fresca obtendo a textura de picos.

Conheça a textura com ranhura

A textura do tipo ranhura permite que você obtenha diferentes tipos de desenho nas paredes. Para a técnica será utilizada uma espátula de plástico dentada que é passada em cima da massa em forma de onda, listra ou quadriculado.

Tipo grafiato

A textura grafiato também é muito utilizada e se assemelha ao tipo ranhura. A diferença é que na arte final do grafiato a ranhura não vai de uma extremidade a outra sem interrupções, é algo mais singelo.

Para fazer esta textura é utilizado primeiro o risca-fácil para obter a textura rugosa e depois a desempenadeira para tirar o excesso de rugosidade.

Materiais para a aplicação da textura

Os materiais necessários para a aplicação das texturas nas paredes variam. Vai depender do tipo que você quer utilizar na sua residência. Daremos uma base para a textura grafiato e a partir disso, você poderá usar em outras obras mudando apenas alguns materiais para fazer o tipo de desenho.

Lembrando que você pode precisar de um seguro residencial antes de fazer alterações no seu ambiente. Para saber como contratar o seu, clique aqui!

Para a textura grafiato você vai precisar de:

  • Plástico ou lona para a proteção do piso ou dos móveis do recinto;
  • Massa própria para grafiato;
  • Primer acrílico, para a preparação da parede;
  • Espátula, para retirar possíveis irregularidades antes da aplicação da massa;
  • Balde e mexedor para preparar a massa que será aplicada;
  • Desempenadeira plástica e ferramenta risca fácil, para fazer as texturas;
  • Fita crepe, para proteção de molduras de gesso, tomadas e interruptores.

Etapas para a aplicação da textura

Preparação da área

Primeiramente deve-se preparar a área de aplicação retirando, consertando e limpando-a. Logo após, aplica-se com uma trincha ou rolo de lã uma mistura de primer acrílico com cerca de 5% a 10% de água e espere no mínimo cerca de 4 horas para que seque totalmente. O primer ajudará na aderência da massa.

Preparação da massa

No balde, dilua a massa para grafiato na proporção de 5% a 10% de água. Misture até que tudo fique bem homogêneo.

Aplicação da massa e texturização

  • Com o auxílio de uma desempenadeira plástica, coloque uma porção de massa de grafiato em cima dela e aplique sobre a parede de forma homogênea mantendo a espessura;
  • Depois com a ferramenta risca fácil, faça os riscos de cima para baixo, sempre na mesma direção;
  • A parede ficará com uma aparência rugosa e o excesso de massa deve ser retirado com a desempenadeira, na direção vertical no mesmo sentido que foi utilizado o risca fácil.
  • Aguarde entre 24 a 48 horas até que a massa seque completamente e faça a pintura com tinta. E pronto! Você terá um ambiente totalmente revitalizado!

Gostou das nossas dicas de texturização de ambientes? Aproveite para compartilhar esse conteúdo com os seus amigos e em suas redes sociais!