8 razões para manter o coração saudável!

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, causando 1 em cada 3 mortes. A causa de ataques cardíacos e derrames são geralmente a presença de uma combinação de fatores de risco, como tabagismo, alimentação não saudável e obesidade, sedentarismo e uso de álcool, hipertensão, diabetes e níveis elevados de colesterol.

Você quer cuidar melhor de si mesmo e do seu coração, mas as palavras “coração saudável” por si só podem não ser motivação suficiente para você cortar os biscoitos ou diminuir o excesso de consumo de bebida alcoólica ou começar a fazer uma dieta.  

Se você precisar de razões mais específicas, comece aqui: fazer mudanças de estilo de vida inteligentes para o coração traz benefícios muito tangíveis, e os efeitos são cumulativos. As recomendações de saúde do coração, como comer de forma saudável, ser ativo e tomar os medicamentos prescritos, se complementam para obter mais benefícios a longo prazo. 

Aqui estão oito  razões para manter o coração saudável:

1. Você viverá mais. 

A doença cardíaca é o assassino número 1 de homens e mulheres, mas as doenças do coração são uma das condições crônicas mais evitáveis. Manter o coração saudável aumenta a longevidade. Se você tem fatores de risco para a saúde do coração, como colesterol alto , tomar os medicamentos necessários para melhorar a saúde do coração se traduz em anos adicionais.

2. Você será uma parte vital da vida de seus filhos e netos. 

Um coração saudável significa desfrutar de atividades com seus filhos e ser capaz de perseguir seus netos sem a respiração ofegante de um relógio cansado. Se você mantiver um peso saudável, não fumar e permanecer ativo, poderá acompanhar os pequenos - pelo menos na maior parte do tempo! 

3. Você economizará dinheiro.

Estudo da Universidade Federal Fluminense (UFF) estima que, em 2019, doenças crônicas não transmissíveis ocasionaram um custo de cerca de R$ 1,68 bilhão em internações no Sistema Único de Saúde (SUS) e, desse total, R$ 290 milhões seriam decorrentes de inatividade física. Essas doenças – que incluem câncer de mama, diabetes, doenças cerebrovasculares, doenças isquêmicas do coração e hipertensão – representam 6,5% de todas as internações e 10,6% dos custos de internação no SUS.

Os pesquisadores também sabem que, se você tiver problemas para pagar medicamentos e consultas médicas, será menos provável que tome as medidas necessárias para a saúde do coração. Portanto, faça tudo o que puder para evitar doenças cardíacas — você poderá investir o dinheiro economizado para aproveitar mais a vida.

4. Você se sentirá melhor. 

A doença cardíaca torna difícil para você se locomover confortavelmente. Além disso, é uma das razões causadoras de diversos problemas, como por exemplo de disfunção erétil

Você pode ter problemas como fadiga e falta de ar – sinais de que seu coração não está funcionando tão bem quanto deveria. Alguns desses sintomas podem ser aliviados com medicamentos, mas tomar medidas na direção certa, como se exercitar, comer bem e manter um peso saudável, pode ajudar a evitá-los desde o início.

5. Você protegerá seu cérebro. 

Os pesquisadores agora sabem que os fatores de risco para doenças cardíacas podem levar a mais do que doenças cardíacas: declínio cognitivo e doença de Alzheimer também estão na lista. 

Assim, um coração saudável também pode trazer o bônus de um cérebro saudável. Você também estará reduzindo sua chance de ter um derrame, o que pode tirar a função cognitiva, bem como a fala e o movimento.

6. Sua vida sexual permanecerá vibrante. 

Pesquisadores descobriram que a vida sexual das pessoas pode ser afetada negativamente por problemas cardíacos – não apenas por doenças cardíacas, mas também por fatores de risco para doenças cardíacas, como excesso de peso ou pressão alta. Mantenha seu sangue fluindo bem e você estará mais apto a desfrutar do sexo nos próximos anos.

É importante notar que a preocupação em obter e manter ereções é muitas vezes um fator chave na ansiedade de desempenho. Por isso, é interessante realizar consulta com urologista online

7. Se estiver acima do peso, perca peso

O sobrepeso e a obesidade são definidos como um índice de massa corporal (IMC) de 25 e acima. A obesidade central ou adiposidade, por outro lado, é uma circunferência da cintura alta de mais de 80 cm para mulheres e mais de 90 cm para homens. 

Uma circunferência da cintura alta aponta para mais gordura intra-abdominal e está associada a um maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Tente reduzir 500 quilocalorias em sua dieta diária, o que ajudará a obter uma perda de peso média de aproximadamente metade a quase 1 quilo por semana.

8. Aumente a atividade física regular para pelo menos 2,5 horas por semana

A atividade física contribui para melhorar a pressão arterial, melhorar os níveis de colesterol e outros lipídios no sangue e controlar o peso. Alguma atividade física é melhor do que nenhuma.

Pessoas inativas podem começar com pequenas quantidades de atividade física (mesmo como parte de suas atividades diárias normais) e aumentar gradualmente a duração, frequência e intensidade. Recomenda-se que os adultos realizem pelo menos 150 minutos de atividade física moderada (por exemplo, caminhada rápida, subir escadas, dançar, jardinagem ou fazer tarefas domésticas que podem resultar em aumento leve da frequência cardíaca) distribuídas ao longo da semana.

Direto da Redação | Portal Celucine

Portal de conteúdo Celucine sempre trazendo as melhores matérias da internet. Aqui você tem a certeza de que está sempre bem informado e consumindo conteúdo de extrema qualidade. Seja bem vindo ao Portal Celucine

Separamos exclusivamente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × 3 =

Go up