Estaleiros navais no Brasil

Os estaleiros navais no Brasil são locais importantes para que navios possam funcionar bem. Dessa forma, há muitas atividades que podem ser realizadas nele e por esse motivo é tão importante que o Brasil se mostre presente nessa área, tendo em vista que muito do transporte realizado no país está relacionado com a área.

Os estaleiros navais no Brasil são capazes de fazer manutenções e gerir adequadamente a construção de navios, além de consertar muitos deles. 

De certa forma, há sempre trabalho para ser feito nesses locais, visto que atividades com a construção de navios é realmente muito abrangente.

Como a indústria naval está crescendo no país, é bem provável que existam certos desenvolvimentos de estaleiros ao longo do território. Vamos falar um pouco mais sobre a relação do Brasil com esses locais de tamanha relevância.

Estaleiros navais no Brasil

A construção naval está crescendo rapidamente em vários países e o Brasil é um dos que apresenta maior inclinação para alcançar os melhores números. 

A construção naval pode ser vista como uma atividade que visa estabelecer novos tipos de unidades operacionais navais. Ela também deve cuidar do reparo e manutenção da mesma, assim como em um estaleiro.

Para isso, muitos profissionais podem ser empregados, alguns com alta formação e especialidade no assunto. A história da construção naval no Brasil é muito extensa e pode-se dizer que começou quando os portugueses chegaram.

O desenvolvimento, por outro lado, é bem mais claro. A maioria delas conseguiram destaque a partir de anos, com a valorização do transporte marinho como potencial desenvolvedor da economia do país.

A construção naval na atualidade

De fato, há algum tempo atrás a construção naval não estava apresentando bons números como hoje. A verdade é que o desenvolvimento da indústria aconteceu a muito tempo, porém, com certos pontos de ressalva.

O Brasil apresenta, atualmente, cerca de 40 estaleiros navais no Brasil espalhados ao longo de seu território, o que facilita bastante a transição de cargas no país. Por algum tempo a indústria apresentou certos períodos de déficit e isso provocou grandes impactos na construção naval.

Dessa forma os estaleiros navais no Brasil também se prejudicaram. No entanto, em 2019 as questões estavam sendo melhor averiguadas e já conseguimos ver uma verdadeira evolução na área. Porém, isso ainda não é nítido em toda a região.

Os principais estaleiros do Brasil

Agora que você já tem um breve histórico da indústria naval no Brasil, vamos conhecer um pouco mais sobre os estaleiros navais no Brasil. 

Citaremos aqui os mais importantes para a indústria e para o desenvolvimento econômico do Brasil.

O primeiro estaleiro do Brasil

Em 1846 o primeiro estaleiro foi criado no Brasil. Por ordens do Barão de Mauá ele foi erguido, construído em Porto Alegre, Niterói. Foi usado um capital privado, visto que não havia como o governo pagar toda a obra.

Ele, é claro, é considerado um dos iniciadores da industrialização no Brasil. Também possui grande importância para a construção das primeiras “levas” de navios de guerra. Na verdade, ele foi utilizado para a construção de cerca de ⅓ de todos os navios utilizados na guerra do Paraguai.

No entanto, há muitos outros importantes pólos da indústria naval que podemos citar aqui, vamos ver alguns deles.

Complexo Industrial e Portuário de Suape, PE

O estaleiro que recebe o nome de CMO é enorme. Ele foi projetado para processar cerca de 12 mil toneladas por ano. Ele foi um projeto muito grande que tentou abrir mais o leque de opções do Brasil no mercado naval. 

É uma construção muito recente e por isso conta com tentativas de melhorar a tecnologia. Ainda em 2021 o estaleiro não havia sido finalizado, apesar de existir uma certa previsão para que as obras acabem e ele comece a operar. 

Estaleiro Rio Maguari

Em 1997 esse estaleiro nasceu. Está localizado em Belém do Pará, nas margens do Rio Maguari, que deu origem ao seu nome. Sua capacidade é enorme, mas acaba tendo funções mais relacionadas à reparação de navios.

A capacidade de reparar balsas, rebocadores, barcos de pesca e de passageiros chama a atenção por ser um dos poucos da região que consegue realizar tantas tarefas importantes ao mesmo tempo.

É claro, o Brasil não possui tantos estaleiros assim, sendo assim, todos são muito importantes.

EISA

Localizado na capital do Rio de Janeiro, o estaleiro que recebe o nome de Eisa está localizado na ilha do governador. Sua construção teve início em 1995 e já contribuiu na construção de cerca de 490 embarcações.

Elas possuíam diferentes tipos, tamanhos e objetivos. Cada uma direcionada para seu segmento. Isso demonstra que o EISA é um estaleiro que consegue trabalhar com várias opções.

Também está sempre investindo em novos equipamentos e tecnologias. Além disso, é o estaleiro pioneiro em projetos de engenharia naval e participa de forma ativa da indústria naval do Brasil. Além disso, ele possui uma estrutura que aguenta a construção de navios com até 280 metros.

Em resumo

Bem, nesses locais é possível encontrar áreas para continuar o transporte de cargas também. Isso se faz necessário porque a maioria dos países possuem áreas distantes do mar.

O material, dessa forma, pode ser transportado facilmente. O estaleiro naval acaba sendo o local perfeito para tratar todo o transporte e avaliação do navio.

A vida em um estaleiro naval é bem agitada. Não dá para dizer que há momentos de paz, até porque há muitos profissionais que estão na área e eles precisam trabalhar em diversas funções, como por exemplo, a construção de navios.

São atividades importantes e que exigem certo grau de técnica. Não podem passar despercebidas. O transporte marítimo atual depende dos estaleiros navais no Brasil para funcionar bem!