Diabetes: por que você deve cuidar dos pés?

As pessoas com diabetes sabem muito bem disso: correm um risco maior de sofrer uma ferida nos pés, que é difícil de curar. Até 5% dos diabéticos têm uma úlcera no pé que pode levar à amputação se não for tratada rapidamente. A prevenção é fundamental.

Clique e saiba mais

 O “pé diabético”: uma área sensível

As úlceras ou infecções nos pés estão entre as principais complicações do diabetes, seja do tipo 1 ou do tipo 2. A doença também é a causa da grande maioria das amputações não traumáticas (ou seja, não vinculadas a um acidente), tanto em países desenvolvidos como em outros lugares.


Assim, estima-se que 3 a 10% das pessoas com diabetes sofrem de algum problema nos pés, e que uma em cada 15 será amputada. A cada ano, em todo o mundo, mais de 1,3 milhão de pessoas com diabetes perdem uma perna ou um pé.


Dadas as consequências potencialmente dramáticas de um “pé diabético” mal cuidado, é essencial que as pessoas com diabetes prestem atenção especial a essa parte do corpo.


Portanto, é necessário inspecionar regularmente os pés, as unhas, para garantir que não haja lesões, sensações ou vermelhidão anormal (bolhas, calosidades, calos, sensações de formigamento, etc.).


A prevenção é a chave: bons sapatos modernos como os tênis femininos da loja use vitae.com.br, boa higiene e vigilância constante são essenciais. Em caso de dúvida, uma visita ao médico ou podólogo é essencial. Deve-se ter em mente que leva tempo para uma úlcera no pé ser curada na grande maioria dos casos.

 Por que os pés estão em risco de diabetes?

De fato, os pés das pessoas com diabetes sofrem alterações relacionadas à doença que as tornam mais vulneráveis ​​e dificultam a cicatrização adequada de feridas.


Em primeiro lugar, seus pés são mais propensos a deformidades. Em questão? Uma degradação dos nervos ligada ao nível de açúcar muito alto (neuropatia), mas também atrofia de certos músculos e uma redução na mobilidade das articulações e tendões.


Durante a caminhada, a pressão e os pontos de apoio são, portanto, ligeiramente modificados, o que pode predispor certas áreas a lesões ou atritos repetidos.

A lesão do nervo, conhecida como neuropatia sensorial periférica, também é um fator de risco significativo para lesões nos pés. Afeta quase metade dos diabéticos e está associada a um risco duas vezes maior de desenvolver uma úlcera. Causa perda de sensibilidade nas extremidades. 

Privadas de seus sentimentos, as pessoas se machucam mais ou reagem menos quando sentem dor. Resultado: as lesões podem aparecer e ter tempo de piorar sem que o paciente perceba!


Finalmente, algumas pessoas com diabetes sofrem de "  doença arterial periférica ", ou seja, danos nos vasos sanguíneos que fornecem sangue aos membros. Devido à má circulação, pequenas feridas têm dificuldade em cicatrizar e tendem a infectar facilmente. Por sua vez, essas infecções podem contaminar os tecidos profundos e o osso, até mesmo gangrenar o pé, levando em alguns casos à amputação.

 Diabetes: é preciso cuidar dos pés!

Fatores de risco como deformidades nos pés, problemas neuropáticos e arteriais são infelizmente irreversíveis. Portanto, é importante prevenir ao máximo essas complicações, começando em primeiro lugar seguindo bem o seu tratamento para obter um controle adequado da glicemia. Além disso, seja qual for o estágio da doença, é imprescindível adotar boas medidas de higiene para preservar a saúde dos pés.

Portanto, de preferência:

  • Evite andar descalço
  • Use sapatos adequados e confortáveis ​​que não machuquem o pé
  • Evite se queimar (banho muito quente, por exemplo)
  • Corte as unhas regularmente e não muito curtas para evitar unhas encravadas
  • Examine seus pés diariamente e fique atento ao aparecimento de bolhas, calos ou Vermelhidão para que possam ser tratados rapidamente
  • Consulte regularmente um pedicuro-podólogo especializado em diabetes..

 E se aparecer uma úlcera no pé?

Não entre em pânico! A grande maioria das úlceras cicatrizam bem quando detectadas e tratadas precocemente. Em caso de dúvida, quando ocorre uma lesão e demora a cicatrizar, converse com seu profissional de saúde.

Direto da Redação | Portal Celucine

Portal de conteúdo Celucine sempre trazendo as melhores matérias da internet. Aqui você tem a certeza de que está sempre bem informado e consumindo conteúdo de extrema qualidade. Seja bem vindo ao Portal Celucine

Separamos exclusivamente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 + três =

Go up