Confira 5 dicas preciosas de como fazer queima de estoque

Saber como fazer queima de estoque não é algo tão simples como muitos podem imaginar. Todo o processo exige um planejamento criterioso para que a empresa não baixe os preços descontroladamente e tenha prejuízos.

Porém, quando bem executada, essa prática traz ótimos resultados para a empresa, tanto porque ela movimentou estoque que antes estava parado e transformou em dinheiro, como também porque promoções de descontos são uma ótima iniciativa para atrair e fidelizar mais clientes para a marca.

Entretanto, a precificação de produtos exige a análise de uma série de variáveis que precisam ser levadas em consideração. E se esse trabalho demanda esforços e recursos criteriosos em condições normais, na oferta de descontos eles precisam ser mais cuidadosamente selecionados ainda!

Portanto, diante desses desafios, preparamos cinco dicas exclusivas de como fazer queima de estoque da maneira correta. Seguindo essas orientações direitinho, com certeza o engajamento com sua marca e os lucros da sua empresa vão decolar. Confira! 

Como fazer queima de estoque? 5 dicas preciosas

  1. Escolha os produtos certos para compor sua queima de estoque

Uma queima de estoque raramente segue um padrão generalizado e indiscriminado para todos os produtos. Alguns itens, por exemplo, tem ótima saída junto aos cliente de forma perene e baixar seu preço pode prejudicar a saúde financeira do seu negócio.

Portanto, se você quer aprender como fazer queima de estoque, você tem que priorizar aqueles produtos que estão parados há tempos e possuem pouca saída. Mercadoria parada é sinônimo de dinheiro parado e o prejuízo pode ser inevitável.

Diante disso, faça descontos para aqueles produtos que garantam que seu capital de giro esteja sempre girando.

  1. Avalie se as condições estão propícias

Parte de um bom planejamento para aprender como fazer queima de estoque é avaliar se a temporada e as condições são propícias para grandes descontos. 

Por exemplo, se o Natal e as férias de final de ano garantem um período de mercado de varejo bem aquecido e boas vendas, o mês seguinte já é diferente. No começo do ano, o cidadão comum está com várias despesas para saldar, desde impostos, resquícios de cartão de crédito do mês anterior, assim como material escolar para os filhos.

Resta ao empreendedor ter um bom olhar para verificar quais são as épocas de maior baixa no consumo para fazer queimas de estoque bem atraente com aqueles produtos que ficaram pelo meio do caminho e nunca foram vendidos.

  1. Faça uma precificação criteriosa

O processo de precificação de produto leva em conta uma série de fatores que influenciam direta e indiretamente no preço do produto, desde a matéria prima, gasto com fornecedores, valor agregado, até despesas com energia e aluguel.

Diante de tamanha complexidade, é muito importante que você tenha como aliado recursos que otimizem seu trabalho, dando mais segurança nos resultados e agilizando processos.

Dentre as opções disponíveis, você pode investir em uma planilha de precificação para te ajudar a organizar esse grande volume de informação de uma maneira visual e administrável. 

Dessa forma, você chegará em valores mais justos para os preços de seus produtos que não gerem um desequilíbrio na saúde financeira da empresa, principalmente, em tempos de queima de estoque.

  1. Defina prazos claros que podem ser cumpridos

Uma dica fundamental para quem está aprendendo como fazer queima de estoque é saber que elas precisam ter prazos previamente estipulados e que eles precisam ser cumpridos para não gerar frustrações nos clientes.

Daí deriva, mais uma vez, a importância de fazer um bom planejamento para que a campanha nem dure mais do que o esperado e nem acabe antes da hora. Uma queima de estoque deve ser feita segundo objetivos claros e ela deve ser executada até que essas metas sejam alcançadas e sem que a empresa tenha maiores prejuízos.

Precificação pouco criteriosa e prazos mal desenhados podem ser revertidos em perdas financeiras graves mesmo com o alto índice de vendas. Tudo isso acontecerá caso o planejamento seja mal feito.

  1. Seja transparente e capriche na divulgação

Por fim, a última dica para fazer uma queima de estoque eficaz e assertiva é a seguinte: capriche nos anúncios de divulgação da campanha. 

Escolha fotos bem produzidas, faça descrições precisas e elaboradas e tente levar seu anúncio ao máximo de clientes em potenciais possíveis. Para isso, você pode contar com ferramentas de loja virtual que, com apenas alguns clicks, promovem sua loja em redes sociais e te dá espaço nos principais marketplaces do Brasil.

O que achou do conteúdo? Esperamos ter tirado todas as suas dúvidas de como fazer uma queima de estoque eficiente. Para mais materiais de qualidade que nem esse, continue acompanhando as publicações no blog! Até a próxima!
Este post foi escrito pela equipe do olist, uma solução completa para lojas que querem vender online de forma prática e profissional. Com milhares de lojas parceiras em mais de 180 países, o olist tem ferramentas que facilitam a criação de loja virtual, a venda em marketplaces e a operação logística no e-commerce. Conheça o olist.