5 dicas para evitar dores de cabeça nas compras de Natal

A quantidade de pedidos feitos nas lojas virtuais neste fim de ano deve movimentar 68,4 bilhões na economia

Depois da Black Friday, o Natal é certamente a data mais esperada pelo comércio eletrônico no Brasil. E diferentemente da Black Friday, onde geralmente as pessoas realizam seus próprios sonhos, no natal a maior missão é comprar para presentear, tanto parentes quanto amigos.As vendas de Natal devem movimentar R$ 68,4 bilhões na economia, segundo levantamento da CNDL e SPC Brasil, 123,7 milhões de pessoas devem ir às compras e 45% desse total, vão comprar na internet.

Escassez de mercadorias, preços altos e prazo de entrega podem ser os grandes vilões para os consumidores nesse momento. E assim como na Black Friday, o consumidor precisa estar atento para não ter prejuízos e nem se frustrar com suas compras na internet, e para isso, o especialista Alessandro Fontes, cofundador da plataforma Reduza, listou algumas dicas e ferramentas para ajudar os consumidores:

1 – Atenção ao prazo de entrega: esse é o período de maior stress para nossos serviços logísticos no país, a demanda é gigante entre Black Friday e Natal, então, se você vai comprar presentes de natal, olhe atentamente os prazos de entregas das lojas, para não se decepcionar. No site Reduza você consegue ver na comparação de preços entre lojas, os prazos de entrega e até filtrar por lojas que entregam mais rápido.

2 – Compare preços e valor da entrega: encontrou uma super promoção? Faça para si, essas perguntas e verifique essas informações com a ajuda de ferramentas gratuitas na internet:

  • É o menor preço do dia se comparado a outras lojas? 
  • É o menor preço para a forma de pagamento que você deseja pagar?
  • É o menor preço dos últimos 30, 60 ou 90 dias?  
  • Se somado o valor do frete, essa oferta ainda tem o menor preço final para sua compra?

Ferramentas gratuitas que podem ajudar: Reduza, Zoom e Buscapé.

As respostas para essas perguntas são fundamentais para sua decisão de compra. Se você vai pagar parcelado, tome sempre muito cuidado pois a maioria dos comparadores, destacam apenas o valor à vista das lojas e isso pode acabar te levando para uma loja que não tem o menor preço de fato.

3 – Compre em sites confiáveis: durante a pandemia o número de golpes virtuais cresceu vertiginosamente, e no intervalo entre Black Friday e Natal, a atenção deve ser redobrada, tenha muito cuidado com sites clonados e lojas desconhecidas:

  • Muito se ensina sobre o selo de segurança SSL, sob protocolo “https”, que serve para criptografar os seus dados durante uma transação, mas lembre-se, isso não é garantia de segurança, os sites falsos ou lojas fraudulentas também possuem essas certificações;
  • Sempre verifique se está na URL oficial da loja, os sites clonados, são idênticos aos  sites já famosos e geralmente trazem ofertas com preços impraticáveis, mas também nunca entregam as mercadorias ou roubam os seus dados;
  • Encontrou uma loja pouco conhecida, vendendo um produto muito barato? Desconfie. Verifique a reputação da empresa em sites de reclamações e redes sociais e também o tempo que aquele site ou empresa existe. Prefira sempre sites já tradicionais e conhecidos.

Ferramentas gratuitas que podem ajudar: Site Confiável, Reclame Aqui e Consumidor Gov.

4 – Compre on-line e retire na loja: o compre e retire é uma alternativa para quem deseja comprar on-line para pagar mais barato e ter toda conveniência das compras na internet, porém não pode esperar muitos dias para receber a mercadoria. Verifique se a loja tem disponibilidade do item para retirar na loja e evite atrasos em suas encomendas.

5 – Use cupons de desconto: você pode economizar até 50% em suas compras, usando cupons de desconto. Verifique sempre se há algum cupom de desconto da loja em questão, que possa ser aplicável aquele item que você deseja comprar. 

E lembre-se, os cupons podem ser submetidos a regras das lojas, limitando o uso por pessoa, faixas preço e também exceções para algumas marcas, itens, perfis, validade e até um canal específico onde ele possa ser usado, então, leia sempre o regulamento da promoção.Para facilitar sua vida e economizar tempo, use ferramentas gratuitas que testam cupons automaticamente.