Transtorno Explosivo Intermitente: causa, sintomas e tratamentos

Clique e saiba mais

O que é transtorno explosivo intermitente?

O TEI ou Transtorno Explosivo Intermitente é uma condição psicológica consistindo em frequentes explosões de raiva e comportamentos agressivos. Esse tipo de transtorno mental está ligado aos comportamentos mais impulsivos.

Como diagnosticar o transtorno explosivo intermitente?

Apenas um médico psiquiatra pode diagnosticar um paciente com TEI, mas psicólogos conseguem identificar também, de maneira assertiva, o transtorno explosivo intermitente. 

Saiba como lidar com pessoas com transtorno explosivo intermitente

Lidar com a impulsividade e, por vezes, imprevisibilidade de uma pessoa com TEI não é uma tarefa fácil. Infelizmente, muitas pessoas costumam se afastar por não compreenderem a situação do indivíduo.

Porém, se você conhece alguém ou foi diagnosticado com o transtorno explosivo intermitente, continue com a leitura e saiba como deve ser o posicionamento das pessoas com uma pessoa diagnosticada com esse problema.

Agir com empatia

Antes de tudo é preciso se colocar no lugar do outro. A ausência do controle das emoções e dos impulsos não é premeditada. Fatalmente, um indivíduo com esse tipo de transtorno também sofre com as implicações das suas reações às situações. 

Ignore atrito superficiais

Não considere atritos que possam ocorrer com alguém que foi diagnosticado com TEI. Os relacionamentos dos indivíduos com esse transtorno acabam sendo “contaminados” com alguns impulsos, mas não são sinceros, são fruto do momento e da dificuldade do paciente em lidar com o cotidiano. 

Faça atividades saudáveis com a pessoa

Atividades saudáveis como caminhadas, musculação, corrida, entre outros, são bons exemplos para minimizar sintomas da TEI. Auxilie pessoas com esse transtorno sendo um motivador para a criação de hábitos mais saudáveis.

O que causa o transtorno explosivo intermitente?  

Alguns estudos indicam que a causa do TEI seja o componente genético, ou seja, a hereditariedade. Sendo assim, esse tipo de transtorno pode ser transmitido de pais para filhos.

As chances aumentam quando há casos de outros transtornos, como transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e ansiedade generalizada.

Tratamentos do Transtorno explosivo intermitente

Existem algumas formas de tratar esse problema, confira abaixo alguns: 

Terapia

A psicoterapia é uma das formas de tratamento para TEI considerada quase como obrigatória, pois é através das sessões com o terapeuta que o paciente conseguirá aprender a lidar e conviver melhor com o transtorno, visto que ele não possui cura, mas sim um tratamento. 

Meditação

A mediação é uma ferramenta eficaz para auxiliar a controlar as emoções e minimizar o estresse. Assim, ter momentos de relaxamento e foco no aqui - agora, tendem a melhorar o gerenciamento das emoções. 

Medicamentos

As medicações são apenas indicadas por psiquiatras, desse modo, é imprescindível estar em tratamento e ter um diagnóstico comprovado da doença para o acesso às medicações. 

Internação

As internações só ocorrem em casos extremos onde as respostas às emoções são graves a ponto de colocar a vida do paciente ou de outras pessoas em risco. São casos pouco comuns na atualidade. 

FAQ:

O que pode levar uma pessoa a surtar?

Uma ativação nos neurotransmissores e hormônios que favorecem a prática recorrente dos ataques de raiva é um dos fatores que faz com que uma pessoa com TEI tenha uma crise de agressividade. 

O que é um surto de raiva?

Um surto de raiva é um transtorno de explosão e agressividade descontroladamente e de maneira repentina. As agressões podem ser físicas e verbais e têm em média uma duração de trinta minutos. 

Como saber se tenho ataque de raiva?

Basta identificar se há descontrole emocional, de forma agressiva, sem grandes “justificativas”. As agressões podem ser apenas verbais, mas normalmente têm uma desproporcionalidade em relação ao motivo real. 

Por vezes, não é possível encontrar motivos para justificar o surto de raiva, sendo assim, em episódios como esses com frequência, o ideal é buscar ajuda de um profissional da área de saúde mental. 

Como são crises de raiva?

As crises de raiva são intensas a ponto dos indivíduos perderem o controle sobre si mesmos. Outro detalhe é que esses excessos de raiva são todos desproporcionais às situações, há uma espécie de cegueira para a realidade. 

É normal sentir raiva de tudo?

A raiva em excesso, assim como qualquer outro excesso, informa que algo não está bem. Contudo, nem todo excesso e descontrole da raiva é um transtorno explosivo intermitente, o ideal é procurar ajuda de um profissional para diagnosticar o problema. 

Espero que tenha gostado do conteúdo Transtorno Explosivo Intermitente: causa, sintomas e tratamentos e inclusive quero agradecer a visita ao nosso Portal.
Aproveito e já aviso que temos mais conteúdos exclusivos para você na categoria Beleza e Saúde

Direto da Redação | Portal Celucine

Portal de conteúdo Celucine sempre trazendo as melhores matérias da internet. Aqui você tem a certeza de que está sempre bem informado e consumindo conteúdo de extrema qualidade. Seja bem vindo ao Portal Celucine

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + sete =

Go up